Terça-feira, 25 de Setembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
«Exemplo da Toyota deve ser seguido»
2006/06/06

O Primeiro-Ministro, José Sócrates, não poupou nas palavras para elogiar a acção do empresário Salvador Caetano, cuja empresa de Ovar, a Toyota, assinalou ontem 35 anos de vida, noticia o Diário de Aveiro.

«Portugal tem orgulho desta fábrica», disse Sócrates, acrescentando que se havia deslocado a Ovar para enaltecer «a visão de um homem que nunca desistiu, nunca virou a cara à dificuldade nem cedeu a facilidades». «O país precisa de muitos homens como Salvador Caetano», referiu, não sem antes cumprimentar o presidente internacional da Toyota, Hiroshi Okuda, que viajou directamente do Japão para participar na cerimónia que ontem decorreu nas instalações da empresa, em Ovar. «Em nome do Governo de Portugal tenho que lhe dizer que temos o maior gosto em ter a Toyota em Portugal».

O chefe do Executivo português lembrou que a aposta dos japoneses em Portugal, na década de 70, «significou um enorme impulso para a nossa economia e a valorização de muitos milhares de trabalhadores que por aqui passaram». O exemplo da multinacional japonesa, que planeia aumentar a unidade ovarense, foi ainda sublinhado por aliar a defesa dos valores ambientais à produção, «o que lhe permite aumentar a produtividade, eficiência e competitividade», referiu José Sócrates, rematando que «esta é uma empresa à altura do nosso tempo».

Salvador Caetano recordou os tempos da génese da empresa que culminaram, em Março de 1971, com a produção dos primeiros automóveis e deixou vários recados a Sócrates, o primeiro dos quais para lembrar uma proposta feita ao Governo e que foi preterida por outras que fracassaram.

Tudo o que conseguiu, disse Salvador Caetano, foi «de forma organizada, discreta e sem perturbações laborais». Mas repetiu que nem sempre foi compreendido pelo poder político, lamentando que, em determinadas ocasiões, «os Governos prefiram tomar decisões políticas utópicas em vez de realistas mas menos mediáticas».
Caetano assiste em silêncio «ao barulho feito por outros que, assim, acabam por receber benesses». «Reivindico o mesmo tratamento que é dado aos outros», atentou o empresário.

«A fábrica de Ovar da Toyota é mais antiga do grupo na Europa», lembrou o presidente da Toyota, Hiroshi Okuda, que não teve dúvidas em afirmar que «o relacionamento da empresa com Salvador Caetano representa bem o relacionamento económico entre Portugal e o Japão».
O japonês visitou Ovar nessa altura e fê-lo agora de novo. «Desde essa altura, as alterações que se verificaram nesta região foram muito significativas». «Espero que Portugal continue a desenvolver-se como fabricante, nomeadamente dos modelos Dyna, para exportação.

A cerimónia iniciou-se com o primeiro a plantar uma árvore nos jardins da empresa, numa acção evocativa do Dia Mundial do Ambiente que ontem se comemorou e terminou com a condecoração do alto responsável japonês com a Comenda da Ordem de D. Henrique pelas mãos de José Sócrates. Também o presidente da Câmara Municipal de Ovar, Manuel de Oliveira, ofereceu em nome do Município, uma lembrança a Salvador Caetano, como forma de reconhecimento da população do concelho pela obra realizada.» (Diário de Aveiro)

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind