Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Centro de Inovação a caminho
2006/06/03

A WRC – Agência de Desenvolvimento Regional, com sede na Curia, vai assinar, dentro de pouco tempo, um protocolo com a Microsoft para que seja criado na Curia um centro de inovação tecnológico, noticia o Diário de Aveiro.

«O anúncio foi feito pelo seu presidente, João Vasco Ribeiro, na abertura da conferência internacional sobre incubação que decorreu na Quinta dos Cabrais.

O responsável máximo da Agência de Desenvolvimento Regional referiu que o protocolo está a ser ultimado. «O objectivo é criar um centro de desenvolvimento de excelência para trabalhar tecnologia para o território nacional e para os PALOP’s», explica.

João Vasco Ribeiro referiu ainda que «a WRC está empenhada em criar uma associação portuguesa de incubadoras de empresas. Estamos a trabalhar nesse sentido».

Relativamente à conferência sobre incubação internacional, que contou com a presença de vários especialistas internacionais, da Bélgica, Áustria e Alemanha, o presidente da WRC salienta que «o objectivo é transmitir as experiências do que se passa noutros países e que nos dêem a conhecer como é que as redes funcionam».
O presidente da Câmara de Anadia, Litério Marques, considera que «a WRC deve ser um dos motores de desenvolvimento no concelho e na região».

O presidente do Conselho Empresarial do Centro (CEC), Almeida Henriques, salientou que a WRC «é já considerada uma entidade de referência na região, uma vez que está a criar uma instituição de empreendedores».

O responsável pelo CEC considera «necessária»a criação de uma rede «que potencie as sinergias existentes na região Centro».
Almeida Henriques referiu que a região Centro representa apenas 19 por cento do PIB nacional. Com o intuito de tornar a região Centro mais competitiva, em termos nacionais e europeus, o CEC delineou, até 2015, um conjunto de objectivos que passam por aumentar o PIB para 25 por cento; aumentar o peso das exportações para 40 por cento, duplicar as receitas do turismo, criar 15 incubadoras com ofertas e gestão integradas e criar um capital de risco regional.

Para atingir estes objectivos, o presidente do CEC considera que «é preciso desenvolver uma cultura de maior exigência, a capacidade de iniciativa, por forma a criar redes operativas. Ou seja, é necessário criar redes que façam funcionar as potencialidades instaladas». (Diário de Aveiro)

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind