Sábado, 22 de Setembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Pedida a falência dos estaleiros
2006/03/12

Vinte e sete trabalhadores com os contratos de trabalho suspensos assinaram o pedido de declaração de falência dos Estaleiros Navais de S. Jacinto, apresentado na sexta-feira, no Tribunal de Aveiro, noticia o JN.

«A petição foi entregue anteontem à tarde, através de correio electrónico, confirmou, ao JN, o advogado dos trabalhadores. O pedido de falência decorre da falta de perspectivas de recuperação da empresa ("os trabalhadores já não acreditam em nada", na expressão de uma trabalhadora) e apresenta-se como derradeira tentativa, por parte dos trabalhadores, de receberem os seus créditos salários e subsídios em atraso e indemnizações.

A empresa Estaleiros de S. Jacinto SA foi objecto de um processo especial de recuperação de empresas, que culminou com a aprovação de um acordo de redução de dívidas e um plano de recuperação da empresa, em Abril de 2002, viabilizado pelos principais credores.

Porém, passados quase quatro anos, e apesar da administração ter feito passar, repetidamente, a ideia de que o maior problema dos estaleiros residia em dificuldades de obter financiamento bancário, uma vez que a empresa teria um volume de encomendas invejável (em Janeiro de 2005, um dos administradores, Carlos Costa, dizia ter uma carteira de sete embarcações ), a verdade é que a actividade dos estaleiros é quase nula. Além de não ter feito qualquer pagamento a credores, trabalhadores incluídos, a empresa vendeu património. O Fisco penhorou e vendeu outros bens da empresa. Recentemente a administração procedeu a um aumento de capital, que está a ser contestado judicialmente.

A administração dos Estaleiros de S. Jacinto SA não esteve, mais uma vez, disponível para qualquer comentário.» (JN)

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind