Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Há um plano para Aveiro controlar a Figueira
2006/02/04

Operadores portuários da Figueira da Foz revelaram que o Governo admite a possibilidade de colocar a infra-estrutura figueirense sob a alçada da Administração do Porto de Aveiro (APA), noticia o JN.

«De acordo com Paulo Mariano, da Operfoz, empresa responsável por 80% do movimento de carga no porto figueirense, a preparação desta integração "está a ser preparada há sensivelmente três semanas". Segundo dados da Administração Portuária, em 2004, o porto de Aveiro movimentou 3,1 milhões de toneladas de mercadorias contra as 969 mil do porto figueirense.

"Ouve-se dizer, desde há sensivelmente três semanas, que a tutela quer colocar o porto da Figueira da Foz debaixo da alçada da administração do porto de Aveiro", revelou, ao JN, Paulo Mariano, à margem de uma reunião entre diversos agentes ligados ao porto comercial da Figueira da Foz, anteontem à noite, na Associação Comercial da cidade.

Aquele empresário não tem dúvidas. A proposta, caso seja consumada, será "catastrófica" para o desenvolvimento do concelho e da região. "Irá causar uma diminuição brutal da carga movimentada no porto local e, para quem pensa em incrementar o desenvolvimento deste porto, isso é impensável", reforçou.

Para Paulo Mariano existem "motivações políticas ao mais alto nível" por detrás desta decisão. "O porto da Figueira, a cerca de 30 milhas do porto aveirense, está numa região extremamente apetecível porque tem somente o maior operador ibérico de contentores (Soporcel, responsável por 80% do movimento de contentores). Há muitas empresas em Aveiro interessadas em não deixar que o porto figueirense se desenvolva", reclamou o operador.

Caso a intenção do Governo vá em frente, Paulo Mariano só vê um "caminho" para "travar" o andamento deste processo. "As entidades figueirenses têm que se unir e, a uma só voz, exigir do Governo que isso não aconteça. Esperamos que o presidente da Câmara da Figueira, e a sua equipa, consigam convencer a Administração Central de que essa proposição é o fim da estratégia de desenvolvimento tão almejada para esta região", exortou o empresário.

O presidente do município, Duarte Silva (PSD), não quis tecer grandes comentários sobre esta questão, mas deixou escapar um desabafo. "Arriscamo-nos a que o porto da Figueira possa acabar por ficar um porto de recreio e para a pesca local".

Contacto pelo JN, o presidente da Administração do Porto de Aveiro, José Luís Cacho, não quis comentar. As tentativas telefónicas para obter declarações de Joaquim de Sousa, da administração do porto figueirense, sobre este assunto revelaram-se infrutíferas.» (JN)

Enviar por email  Imprimir
Andamos a brincar
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind