Sábado, 23 de Outubro de 2021  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
PS e independentes acusados de relação promíscua
2021/09/22

A coligação PSD-CDS-PPM, que concorre à Câmara de Aveiro nas autárquicas do próximo domingo, diz que Gilberto Ferreira, líder da candidatura adversária «Sentir Aradas», esteve presente na apresentação de Anabela Saraiva, candidata do PS à mesma freguesia e Anabela Saraiva esteve na apresentação de Gilberto Ferreira, concluindo haver uma relação de promiscuidade.

A Aliança com Aveiro fala em «promiscuidade entre Gilberto Ferreira e o PS» e de uma «relação promiscua entre Gilberto Ferreira, membro da Comissão Política do PSD Aveiro, e o Movimento Juntos pelo Rossio cujo presidente David Iguaz é o candidato do PS a Presidente da Junta da Glória e Vera Cruz, que utilizaram a mesma advogada nos processos movidos contra a coligação Aliança com Aveiro e a Câmara Municipal de Aveiro no âmbito da obra do Rossio».

Perante estes dados, a coligação PSD-CDSD-PPM, liderada por Ribau Esteves, que preside à Câmara e é recandidato ao terceiro mandato, conclui que são «estranhos atos políticos onde partidos e movimentos “independentes” participam e apoiam ações de campanha adversárias, colocando um manto de suspeita sobre as verdadeiras intenções da sua apresentação aos eleitores, com um projeto diferenciado dos demais». Uma «coligação negativa que o PS construiu numa “amálgama de antis”», segundo a coligação PSD-CDS-PPM.

Entretanto, a coligação de Ribau Esteves «lamenta profundamente que um militante do PSP (Gilberto Ferreira) mova ações de má-fé contra o próprio partido, ao mesmo tempo que, movido pela mesma má-fé, concretiza uma candidatura “independente” contra a Coligação Aliança com Aveiro à freguesia de Aradas.

Gilberto Ferreira reclamou nos tribunais a propriedade da marca “Aliança com Aveiro” mas o Tribunal da Propriedade Intelectual (de Lisboa «terminou definitivamente (a 17 deste mês), com todos os processos judiciais movidos contra a legitimidade política e a legalidade da Coligação Aliança com Aveiro (PSD, CDS-PP, PPM)» (…) e a providência cautelar movida por Gilberto Ferreira «foi liminarmente rejeitada», segundo comunicado que difundiu esta quarta-feira.

Enviar por email  Imprimir
2025
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind