Quarta-feira, 25 de Maio de 2022  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Neptune e Porto de Aveiro assinam concessão
2021/02/04

O novo estaleiro estará operacional em abril próximo - onde estava a Ria Marine, em Aveiro - na vertente de construção e remodelação, e a doca seca no final de junho para concessionar o espaço e instalar a empresa Neptune que investe 3 milhões de euros e cria de 26 postos de trabalho, «muitos com elevado grau de especialidade», segundo o fundador Jorge Martins.

Celebraram um contrato de concessão por 20 anos, esta quinta-feira, a Administração do Porto de Aveiro e a empresa Neptune, que construiu uma série limitada a 20 unidades do ROM28 uma embarcação de casco negro metalizado com 7,8 m de comprimento à venda entre os 200 e 300 mil euros, do segmento mais alto do mercado, finalista no European Powerboat of the Year Award 2021 e no Best of Boats Award 2020.

Jorge Martins, fundador da Neptune, notou «forte empenho, visão e compromisso de toda a Administração do Porto de Aveiro, que apoiou incondicionalmente este projeto desde praticamente o seu início». No novo espaço, a Neptune irá construir novas embarcações de recreio e recuperar e reconstruir embarcações a motor e vela. Jorge Martinsexpressou a «forte ambição de marcar pela diferença um setor tradicionalmente muito fechado», trazendo para o projeto o «maior número de empresas nacionais que seja possível», demonstrando «que somos capazes de fazer e executar projetos inovadores e competir nos mercados internacionais a par com os melhores?.

A doca-seca terá uma das maiores estufas de pintura de embarcações da Europa e «serviços vocacionados para a melhoria da prática e experiência dos diversos tipos de nautas, sejam eles nacionais ou estrangeiros».

Para a presidente do Conselho de Administração do Porto de Aveiro, Fátima Lopes Alves, «este é um projeto de âmbito nacional, inserido na Ria de Aveiro e integrado na área de jurisdição do Porto de Aveiro, pelas suas características únicas, tão diferenciadoras no mercado. Acredito e será um dos muitos projetos que possibilitarão recuperar um património histórico outrora existente em Aveiro, contribuindo para que os nautas nacionais e internacionais usufruam deste ecossistema lagunar único no panorama europeu, fomentando também o turismo regional».

Enviar por email  Imprimir
Era mas não foi
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind