Quinta-feira, 9 de Abril de 2020  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Altice Labs abre polo em Oeiras
2020/03/06

Na festa do 4º Aniversário da Altice Labs, com sede em Aveiro, em pleno coração da inovação do Grupo Altice, esta quinta-feira, uma «fábrica de inovação a exportar o melhor de Portugal» foi oficializada a abertura de um novo polo de investigação e inovação em Oeiras.

A Altice Labs, a Câmara Municipal de Oeiras e o Taguspark, com a criação deste novo polo de investigação e inovação, a Altice Portugal, através da Altice Labs, pretende «promover a criação de uma rede local de parceiros tecnológicos e científicos para o desenvolvimento de projetos locais com elevado perfil de inovação, replicabilidade e internacionalização, e a criação de centros de competências locais, altamente especializados, e que possam ser utilizados nos seus vários produtos que exporta para todo o mundo».

Para Alcino Lavrador, Diretor-Geral da Altice Labs, «este laboratório terá investigação, inovação, desenvolvimento e exportação de tecnologia de última geração».

Foi anunciado ainda um projeto colaborativo entre o Centro Cirúrgico de Coimbra, a Altice Portugal e a Altice Labs, na área da saúde, através de um Memorando de Entendimento. As três entidades comprometeram-se a «colaborar e a conjugar esforços no sentido de identificar iniciativas e projetos que contribuam de forma positiva para o incremento das tecnologias de informação no ecossistema da saúde».

Concretamente, análises e estudos de soluções tecnológicas de armazenamento seguro de dados de saúde; avaliação de soluções de backup e Disaster Recovery para a informação relacionada com registos médicos de consultas e diagnósticos; avaliação de soluções de preservação de informação médica com valor científico; e, projetos liderados pelo Centro Cirúrgico com vista a automatizar processos de diagnóstico recorrendo entre outros a mecanismos de Inteligência Artificial, nomeadamente Aprendizagem Automática.

No 4º Aniversário da Altice Labs foram ainda apresentados três projetos inovadores

Solar Keeper criação de placares estáticos (em forma de prancha) para serem instalados em praias, escolas e outros locais de relevo e que incluam áreas de informação destinadas à precaução a adotar em função da incidência UVB e aos parceiros estratégicos como o ISN – Instituto de Socorros a Náufragos e a ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa. Neste projeto, a Altice Labs terá a responsabilidade do sistema de recolha, tratamento e arquivo dos dados da rede/grelha de sensorização UVB, groundlevel, e da sua disponibilização para as entidades interessadas. E será também responsável pelo desenvolvimento de uma solução a implementar nos placares – dispositivo físico para divulgação pública da informação - dos dados de sensorização UVB da localização correspondente, assim como outras informações relevantes (meteorológicas, de marés, de qualidade da água e areia, de risco de incêndios, entre outros).

Hotel da Herdade da Torre Vã com o objetivo de enriquecer e diversificar as experiências turísticas em solo alentejano, atraindo hospedes de todo o mundo, a Altice Labs junta-se assim à Turivã (empresa criada pela Sociedade Portuguesa de Inovação) para contribuir ativamente para a estratégia do Turismo 4.0, desenhado pelo Turismo de Portugal para potenciar a criação de um ecossistema de cooperação tecnológica e empresarial, projetando Portugal como um hub internacional de inovação no Turismo. Assim, a Altice Labs vai contribuir inicialmente para a implementação da vertente tecnológica do projeto através da exploração de cenários concretos de aplicação, nas atividades turísticas, de temas estratégicos, entre os quais se contam as tecnologias Cloud, Smart Living, Internet of Things, Big Data, 5G e Redes do Futuro, Virtual Assistants, Segurança & Privacidade e Inteligência Artificial

Cabine imersiva com a promessa de dar uma segunda vida às cabines telefónicas antigas, a Altice Labs vai transformá-las num sistema interativo de visualização imersiva de vídeo 360º, sem necessidade de utilização de headset, óculos ou dispositivos similares. Recorrendo ao conceito de realidade virtual imersiva, o THRDIS cria um ambiente artificial que substitui de forma convincente o mundo real e o seu meio envolvente. Com isto consegue-se uma experiência enriquecedora multissensorial, que rodeia e transporta o utilizador para o centro do ambiente virtual. De um leque imenso de possibilidades de utilização, destacam-se visitas virtuais a locais, cidades, natureza, espaço, ou visitas virtuais a museus e espaços de trabalho.

Enviar por email  Imprimir
O dia seguinte
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind