Terça-feira, 11 de Agosto de 2020  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Arranca a «reformulação total do planeamento»
2019/11/20



















Ainda falta o debate e a votação na nova versão do Plano Diretor Municipal pela Assembleia Municipal, na próxima terça-feira, sendo que a maioria PSD-CDS do Executivo já aprovou esta quarta-feira o documento, enquanto os vereadores da oposição do PS votaram contra.

Na Assembleia Municipal, a maioria PSD-CDS também garantirá a aprovação.

No debate durante a reunião pública da Câmara, os socialistas criticaram a falta de debate do PDM e dizem vigorar uma «democracia autoritária» e o presidente da Câmara, Ribau Esteves, revelou o pecado de uma «articulação» do PS com grupos, nomeadamente com o movimento Juntos pelo Rossio, contra a construção de um parque de estacionamento sob o jardim do Rossio.

A anunciada «reformulação total do planeamento municipal» materializa-se com a nova Carta Educativa, oito estudos urbanísticos sendo que deixam de estar em vigor o PUCA-Plano de Urbanização da Cidade de Aveiro, o Plano de Urbanização Polis e o Plano de Pormenor da Baixa de Santo António.

Segundo o PDM, Aveiro apresenta-se como centro da Região de Aveiro, um pólo relevante na Região Centro, e com a vantagem da sua posição geoestratégica, centralidade no país e um «enquadramento natural e paisagístico único». A Ria de Aveiro é «elemento natural notável e identitário» e «estruturante» no território.

Os Desportos Náuticos na Ria é uma aposta na Ria de Aveiro, anunciando-se equipamentos novos a executar com base nas pré-existências dos Postos Náuticos do Rio Novo do Príncipe, a zona da antiga Lota, e a Pista de Pesca Desportiva na Pateira em Requeixo.

Uma avenida que é uma ponte O PDM refere-se a uma «cidade nova» que o documento «formaliza» juntando Cacia, Esgueira, Azurva, Santa Joana, São Bernardo e Aradas, com um «caráter claramente urbano». A antiga 109, a futura Av. Europa é uma via que se pretende que seja ajude a fazer uma ligação entre as zonas que tem separado.

Para as zonas industriais, o PDM aponta para o reforço e a estruturação nas de Taboeira-Cacia, Eixo-Oliveirinha, Mamodeiro, acrescentando-se uma «nova da área do Parque de Ciência e Inovação a sul do Município, na zona do Crasto».

Pretende-se valorizar São Jacinto, a barra, o porto de Aveiro, o Regimento de Infantaria Nº 10, a Reserva Natural das Dunas de São Jacinto e os dois Parques de Campismo, as áreas agrícolas, a floresta e as suas componentes ambientais, perspetiva novas estradas, «aposta nos modos suaves, circuitos pedonais e cicláveis, na utilização da energia elétrica nos transportes públicos e privados de forma crescente, na capacitação e organização do espaço público para a localização da oferta de estacionamento automóvel, são assumidas de forma clara e determinada».

Dos investimentos «principais», 120 milhões de euros serão para a qualificação e a ampliação do Hospital Infante D. Pedro no quadro do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, que integra o Centro Académico Clínico.

Segundo a maioria PSD-CDS que governa a autarquia, a capacidade de investimento «vai aumentar de forma relevante nos próximos anos».

Enviar por email  Imprimir
O dia seguinte
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind