Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
PS diz que Ribau Esteves é megalómano
2019/10/19

A Comissão Política Concelhia de Aveiro do PS critica a governação PSD-CDS pelas «obras megalómanas que esquecem o mais importante, a qualidade de vida e aquilo que os munícipes sufragam nos programas que vão a votos».

O PS apresenta como «exemplo da pouca ponderação do atual executivo municipal nas opções de investimento, fruto de uma conta bancária desmesuradamente alta (50 milhões de euros) e engordada à custa do sacrifício fiscal dos aveirenses, o lançamento de um concurso de construção de um Parque Aventura na Freguesia de Esgueira, um investimento de meio milhão de euros». Os socialistas dizem que há «outras prioridades urgentes, cujo impacto na qualidade de vida das pessoas é bem maior».

Contudo, o PS deseja que ao Parque Aventura, «não lhe aconteça o mesmo que vemos junto à Rotunda do ISCA e adjacentes - às primeiras chuvas estão a afundar-se».

O PS diz que «continua a ter razão quando defende a descida do IMI (para 0,38) - para poupar na conta dos aveirenses. Meio milhão de euros ?! Chega e sobra», segundo comunicado difundido pelo partido este sábado.

Em Esgueira e restantes freguesias do Município, diz o PS, a requalificação do espaço urbano é «claramente um investimento muito mais gerador de melhoria das vivências dos munícipes do que um Parque Aventura». Os socialistas referem-se a passeios, avenidas como a Araújo e Silva, da Universidade, 25 de Abril e a Rua Mário Sacramento, sem qualidade funcional e estética,…talvez à espera das eleições e investimento no centro das freguesias, e a sua construção nas múltiplas periferias, de Verba a S. Jacinto e de Eirol a Nariz, trazendo conforto, segurança e qualidade de vida às pessoas».

Para o PS, as obras mais importantes são «as que deixam as pessoas realizadas, felizes na sua terra, e no seu bairro».

O mesmo comunicado do PS refere-se ainda aos valores atingidos recentemente na hasta pública dos cais para os operadores marítimo-turísticos. Se «quadruplicaram no espaço de 5 anos, é uma enorme evidência do que significa ter visão de futuro, vêm reforçar a visão estratégica da governação socialista em Aveiro, que, decidiu investir na qualificação dos canais e no Lago da Fonte Nova».

Quanto ao dinheiro conseguido com as licenças «deve ser reinvestido na qualificação e sustentabilidade dos canais, reforçar a qualidade do serviço marítimo-turístico, mantendo a sua atratividade para quem nos visita, e a harmoniosa coexistência com quem cá vive, e não para obras megalómanas que esquecem o mais importante, a qualidade de vida e aquilo que os munícipes sufragam nos programas que vão a votos – como deve ser tratado em democracia», defende o PS.

Enviar por email  Imprimir
Papa
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind