Sábado, 16 de Novembro de 2019  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Câmara quer fazer uma revisão profunda na cultura
2019/06/16




Está em curso uma “vasta operação de revisão e de estruturação de todo o planeamento cultural do Município pela Câmara de Aveiro com um caráter inovador e original, numa dimensão complexa e profunda“. A autarquia diz tratar-se de “opção política prioritária estruturante para o desenvolvimento na próxima década“.

A operação foi iniciada no mandato anterior e, esta semana, o Executivo aprovou o Plano Estratégico para a Cultura do Município de Aveiro, apresentando-o como um “instrumento de planeamento inovador e muito importante“.

Este plano é o “documento chave“ desta opção com um horizonte temporal de 2019 a 2030 e o “pano de fundo” é a candidatura de Aveiro a Capital Europeia da Cultura 2027, apresentada este sábado à noite em S.Jacinto.

O plano também tem objectivos de obra física como a construção de multiusos na área do Parque de Exposições e a mudança dos serviços da Câmara do Centro Cultural e de Congressos para outro local.

nsiderando as ”rotinas culturais pouco generalizadas entre os habitantes - haverá um número pouco expressivo de pessoas para as quais o consumo cultural é uma prática frequente (…) a reduzida capacidade para captar e fidelizar audiências não locais para a oferta cultural municipal” e segundo agentes culturais auscultados pela autarquia, ”o facto de Aveiro não ter tido até há pouco tempo uma estratégia cultural, estável, abrangente e consistente, oexplica, em parte, aquele ponto de vista”.

A Câmara quer ter um conhecimento mais aprofundado dos consumos e das práticas culturais em Aveiro, mas precisa de ”dados que atualmente não estão disponíveis, pela inexistência de um sistema local de recolha de dados consistente e sistemático”.
Futuramente, diz o plano, deve recolhida ”informação que permita analisar de uma forma multidimensional o consumo e as práticas culturais”.

É um plano para qualificar a oferta cultural, incrementar práticas e consumos culturais, fixar novos agentes artísticos e criativos no território e o posicionar a cidade no contexto nacional e europeu.

A candidatura a Capital Europeia da Cultura é o argumento para “gerar uma dinâmica coletiva de participação e capacitação do sistema cultural que, de outra forma, seria inviável ou mais demorada“.

Enviar por email  Imprimir
Papa
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind