Domingo, 20 de Outubro de 2019  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Robôt da UA vencedor
2019/05/02

A equipa CAMBADA, da Universidade de Aveiro (UA), venceu a Liga de Robôs Médios do Festival Nacional de Robótica – “Robótica 2019, em Gondomar. Jogou na final com a equipa Tech United (Holanda), atual campeã do mundo. A equipa de Aveiro marcou 90 golos e sofreu apenas 2 ao longo do torneio, venceu a semi-final por 18-0 contra a equipa VDL (Holanda) e, na final, venceu por 2-1 a equipa Tech-United.

A liga de Robôs Médios (MSL) põe em confronto equipas formadas por cinco robots autónomos num campo de futebol de 18x12m. Estes robots, que medem até 80cm de altura e pesam até 40Kg, “encontram-se na linha da frente da investigação de ponta, em áreas tão díspares como a visão artificial, fusão sensorial, controlo dinâmico, cooperação robótica ou inteligência artificial, entre outras“.

O Festival inclui diversas competições em Futebol Robótico, Condução Autónoma e Logística Industrial que são dedicadas a equipas universitárias e competições em Futebol Robótico, Rescue e OnStage para equipas de escolas secundárias.

Na Liga de Simulação 3D, a equipa FC Portugal 3D (Universidades de Aveiro e Porto) ficou em 3º lugar. O primeiro lugar foi ocupado pelos atuais vice-campeões mundiais, MagmaOffenburg (Alemanha). A Universidade do Porto venceu a prova de Condução Autónoma e a UA alcançou o 2º lugar com a equipa ROTA 2019, e o Politécnico de Leiria ficou em 3º.

INFO UA
A Liga de Simulação 3D é uma competição em que 2 equipas de 11 robôs humanóides simulados jogam futebol entre si através de um simulador. Os robôs simulados são totalmente autónomos durante os jogos. A liga desafia os investigadores a encontrar a melhor forma de movimentar um robô humanóide de forma estável, muitas vezes usando aprendizagem automática ou otimização. Desafia também os investigadores a criarem metodologias de coordenação de equipas de robôs, tais como formações, trocas de posições, táticas ou jogadas estudadas.

Estes projetos são financiados por fundos do FEDER através do Programa Operacional Factores de Competitividade-COMPETE e por fundos nacionais através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia. O projeto CAMBADA conta também com o apoio do Instituto de Engenharia Eletrónica e Informática (IEETA), do Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI) e da Reitoria da UA. O projeto FC Portugal conta também com o apoio do IEETA, DETI, UA, LIACC e FEUP.

Enviar por email  Imprimir
Papa
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind