Quinta-feira, 23 de Maio de 2019  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Relatório geotécnico divide Movimento e Câmara
2019/02/23

O movimento Juntos pelo Rossio e o presidente da Câmara de Aveiro, Ribau Esteves, voltaram a encontrar-se esta sexta-feira à noite na Assembleia Municipal, com Ana Catarina Assunção a defender o abandono do projeto de construção do parque de estacionamento no subsolo do jardim desta vez referindo a conclusão de "desfavorável" àquela obra, segundo o relatório geotécnico.

Mas o presidente da autarquia contrariou Ana Catarina Assunção que, durante o período reservado à intervenção do público na Assembleia, se referiu a um relatório que aponta para o condicionamento do projeto e a uma principal conclusão que aponta para o "risco de danos das estruturas" dos prédios vizinhos do jardim.

Ribau Esteves, referindo-se ao mesmo relatório, disse que a afirmação de Ana Catarina Assunção é "absolutamente falsa" considerando que "a leitura de um parágrafo adultera, tem de ler tudo, é uma deturpação torpe". Para o autarca , o relatório "não tira aquela conclusão" acrescentando ainda que a intervenção do movimento "sinaliza outro tipo de intensão".

Ana Catarina Assunção também apelou à intervenção dos deputados municipais "adormecidos dada a vinculação partidária".

Entretanto, o Bloco de Esquerda apresentou na Assembleia Municipal uma proposta de recomendação para "a não construção de um estacionamento subterrâneo no Rossio", a ser votada ainda na sessão que começou esta sexta-feira.

O plano de obras na Av. Lourenço Peixinho foi outro assunto abordado, neste caso por Ivo Angélico da MUBi – Associação para a Mobilidade Urbana em Bicicleta, no sentido de tentar a criação de uma via dedicada às bicicletas e não partilhando com os transports públicos.

Ivo Angélico apelou a Ribau Esteves para que "ajude na preparação de Aveiro para ser uma cidade com meios de transportes suaves no lugar de "esbanjar milhões" em outros projetos. O autarca disse ser
"normal estar em desacordo" e disse que o plano de circulação na avenida está a ser preparado "com todo o cuidado e critérios".

Júlia Correia do BE pediu um "esclarecimento mais cabal" de Ribau Esteves ao Movimento e ao MUBI e criticou a passagem de um estado embrionário para uma fase avançada do plano da avenida sem ouvir os cidadãos. Fernando Nogueira, do PS, apontou para uma promessa, não cumprida, feita em Junho, para a realização de uma sessão pública antes do projecto de execução. O socialista quer saber porque não aconteceu e quando vai acontecer

Também na bancada do PS, Pires da Rosa, disse que a "destruição do separador central (reduzido a 1 metro de largura) será a desqualificação total da avenida".

Enviar por email  Imprimir
Notícias atrasadas
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind