Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Instituto Confúcio de Aveiro é o melhor do ano
2018/12/03

O Instituto Confúcio da Universidade de Aveiro (IC-UA) conquistou o título de “Melhor Instituto Confúcio do Ano” e recebe o prémio esta quarta-feira, em Chengdu, na China. O IC-UA é patrocinado pelo Hanban (instituto Confúcio sede) que tutela 525 Institutos Confúcio e 1115 Salas Confúcio espalhados pelo mundo.

Carlos Morais, professor do Departamento de Línguas e Culturas da UA, que dirige o IC-UA com Guo Zhiyan, professora da Universidade de Línguas Estrangeiras de Dalian, universidade parceira deste organismo da UA. O IC-UA será representado na cerimónia por por Luís Castro, Vice-reitor da UA e

O IC-UA foi inaugurado a 23 de abril de 2015, e constitui um "agente facilitador de contactos com universidades chinesas, desenvolveu várias atividades em articulação com alguns departamentos da Universidade, estabeleceu parcerias com as câmaras municipais da região, aumentou o número de projetos de ensino de Mandarim, bem como o número de atividades de divulgação da cultura chinesa dentro e fora da UA".

São cerca de 2500 os alunos que estudam Mandarim, com a coordenação didático-pedagógica do IC-UA: 220 na UA e cerca de 2250 no ensino público e privado, distribuídos por 112 turmas em S. João da Madeira, Espinho, Estarreja, Vale de Cambra, Oliveira de Azeméis, Aveiro e Águeda.

O Instituto tem desenvolvido atividades de divulgação da cultura chinesa. Em 2018, o IC-UA celebrou o Ano Novo chinês em Aveiro e em Lisboa, organizou o Festival das Lanternas, o Festival do barco-dragão, coordenou a Exposição de Literatura Infantil chinesa, construiu um teatro de sombras, exposições de caligrafia, de bronzes chineses, conferências sobre Arte e Design na China, “Comparative Literature: Historical Retrospectionand Contemporary Orientations” e “Chinese Music as Cross-Culture”, dois colóquios sobre a China e as relações culturais e comerciais, publicou três livros e manuais para o ensino de Mandarim a crianças do ensino básico.

Agora, prepara-se o II Congresso Internacional “Diálogos Interculturais Portugal-China”, que se vai realizar entre 13 e 15 de março de 2019.

O IC-UA recebeu em janeiro de 2017 o Prémio Relação Intercultural, atribuído pela Liga dos Chineses em Portugal, pelo reconhecimento dos serviços prestados no desenvolvimento do ensino de chinês a alunos portugueses. Este ano, o prémio “Best Creativity Award” no âmbito do concurso “Global Chinese Bridge”, foi entregue ao aluno do IC-UA, Francisco Silva.

Enviar por email  Imprimir
50 milhões de euros
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind