Terça-feira, 17 de Setembro de 2019  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Socialistas acusam Ribau de ter «agenda oculta»
2018/11/01

Um texto dos vereadores do PS que integram o Executivo da Câmara, na oposição, aponta para a obra da maioria PSD-CDS, liderada e personalizada no presidente Ribau Esteves, e diz que "é exibida como troféu, porque tem uma agenda oculta, que não é a agenda dos aveirenses - é obra usada para fazer a propaganda de um projeto unipessoal".

Este último comunicado dos socialistas, apoiado pela Comissão Política Concelhia do partido fala de uma Câmara "com pouca ambição" mas o texto é dirigido, diretamente a Ribau Esteves que questiona o fato de residir em Ílhavo e não em Aveiro, considerando ser necessário "um autarca na sua terra, dia e noite". Os socialistas dizem ainda que há "falta de proximidade, de vivência, de interesse genuíno e não alicerçado em motivações com outras intenções, de afirmação pessoal, de protagonizar anúncios e inaugurações que deixando de lado grande parte das necessidades e interesses dos aveirenses tem outros alvos. De alguém que vive assaltado pelo pânico político de não aparecer no retrato, mas a quem se aconselha mais ponderação, outra profundidade na gestão camarária, diálogo verdadeiro. Pare escute e olhe à sua volta. Há um município do outro lado de despachos a ritmo acelerado".

O texto já é conhecido desde a passada quarta-feira mas não se conhecem reações.

A concelhia do PSD de Aveiro não participa na relação entre a maioria que matém na Câmara de Aveiro coligado com o CDS, e a defesa da presidência fica entregue ao presidente Ribau Esteves.

Sem apoio do partido, sem um número dois, Ribau Esteves conta com o apoio que são os votos dos cinco vereadores no Executivo camarário e das bancadas dos partidos da coligação na Assembleia Municipal. Nestes dois órgãos conta com os votos da maioria além de declarações de apoio na Assembleia, mas isso acontece de dois em dois meses.
Quantos aos vereadores, também garantem o voto mas não têm uma intervenção regular ou não fazem declarações de compromisso com a acção da maioria.

O apoio poderia vir da Comisão Política Concelhia do PSD ou do CDS. Contudo a estrutura social-democrata é liderada por Vitor Martins com quem Ribau Esteves se incompatibilizou há muito. Em Junho último, Vitor Martins disse que o PSD “estará ao lado da maioria dos aveirenses” mas não disse que estava ao lado de Ribau Esteves sobre o plano de construção de um parque de estacionamento automóvel no subsolo do Rossio, sendo que as acções de rua, entre manifestações ou sessões públicas sobre o plano, mostram uma posição popular contra.

Isso deixa a oposição sem um adversário na coligação ao nível partidário. Não há posições públicas assumidas pelo PSD ou CDS, ao contrário do que acontece com o PS, PAN, BE e PCP.
Normalmente, Ribau Esteves defende-se sozinho, mesmo nos debates mais intensos.

Enviar por email  Imprimir
Papa
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind