Domingo, 18 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
A UA e o maior radiotelescópio
2018/02/05

A Universidade de Aveiro (UA) participa esta terça e quarta-feira nos “SKA Days PT” que promove o Square Kilometer Array (SKA) – o maior radiotelescópio do mundo – junto da comunidade científica e empresarial portuguesa.

O SKA é considerado "uma prioridade pelo Fórum Estratégico Europeu sobre Infraestruturas de Investigação (ESFRI) – promoverá desenvolvimentos tecnológicos em áreas de impacto social, nomeadamente na distribuição de dados de alta velocidade, processamento de elevado volume de dados ou recurso a energias renováveis (geração, armazenamento e distribuição) ". É considerado o "único instrumento do mundo capaz de desvendar vários mistérios atualmente existentes, constituindo uma excelente plataforma para avanço da ciência e formação avançada (… ) Quando o SKA iniciar o seu funcionamento, os cientistas terão ao seu dispor o único instrumento do mundo capaz de desvendar vários mistérios atualmente existentes, constituindo uma excelente plataforma para avanço da ciência e formação avançada".

Os “SKA Days PT” visam "informar, igualmente, a comunidade científica sobre o envolvimento de grupos e empresas de tecnologia nacional na conceção e construção do satélite e as empresas portuguesas sobre a possível ligação durante a fase de pré-construção ou de construção do radiotelescópio".

O SKA envolve 19 países e a participação portuguesa é através de um consórcio constituído pelo Instituto de Telecomunicações (IT-Aveiro), Instituto Politécnico de Beja e as universidades de Aveiro, Porto e Évora, através da Infraestrutura ENGAGE SKA, liderada pelo IT-Aveiro/UA.

O interesse da participação portuguesa deve-se ao seu "impacto no design e análise dos sistemas do instrumento, um esforço partilhado entre parceiros chave da academia e da industria. Na fase de construção os parceiros industriais terão particular relevância, desenvolvendo tecnologia de ponta que será exportada para os países de implantação do projeto".

INFO UA
O evento pretende identificar oportunidades de colaboração de valor acrescentado e promover presença da comunidade nacional nos grupos de trabalho do SKA, fortalecendo o papel ativo na preparação e exploração do projeto.

Evento conta com a participação de membros do Governo Durante o primeiro dia (6 de fevereiro), na Universidade da Beira Interior, serão debatidos, por exemplo, os desafios, ligações e oportunidades do SKA e, ainda, as razões que explicam a escolha de Portugal para o desenvolvimento do projeto. Pedro Marques – ministro do Planeamento e das Infraestruturas – participa na sessão de abertura, que decorre no Salão Nobre da Câmara Municipal da Covilhã. Já o segundo dia (7 de fevereiro), no auditório da Fundação D. Pedro IV, abre com uma breve discussão sobre os objetivos-chave do SKA Day em Portugal. Os trabalhos decorem entre as 9h00 e as 18h00.

Os trabalhos prosseguem com uma nova abordagem aos desafios e oportunidades globais do SKA, momento moderado por Carlos Salema, presidente do Instituto de Telecomunicações. O uso da computação avançada na resolução de questões relacionados com big data estará em destaque na palestra da manhã. O segundo dia dos “SKA Days PT” decorre na Fundação Pedro IV, em Lisboa. Refira-se que a iniciativa é organizada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), TICE.pt, Instituto de Telecomunicações, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Universidade da Beira Interior, Parkurbis, Câmara Municipal da Covilhã, Altice e ENGAGE SKA.

Sobre o SKA: O SKA resulta de um esforço internacional para a criação de uma infraestrutura composta por um interferômetro de rádio, com uma área de coletor de 1km2, distribuído em distâncias de mais de 3.000 quilómetros, localizado na África do Sul e na Austrália. Neste momento, o projeto conta com a participação de cerca de 100 organizações de 20 países. A pré-construção iniciou-se em 2012 e, atualmente, conta com o envolvimento de 11 consórcios internacionais na fase de construção. O SKA – considerado uma prioridade pelo Fórum Estratégico Europeu sobre Infraestruturas de Investigação (ESFRI) – promoverá desenvolvimentos tecnológicos em áreas de impacto social, nomeadamente na distribuição de dados de alta velocidade, processamento de elevado volume de dados ou recurso a energias renováveis (geração, armazenamento e distribuição).

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind