Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Obra para completar o dique vai começar
2017/12/20

Vai começar a construção das “Infraestruturas Hidráulicas do Sistema de Defesa contra Cheias e Marés no Rio Velho e Rio Novo do Príncipe” completando o dique de proteção contra as cheias e marés salgadas que afetam a agricultura.

A empreitada para completar o “Sistema Primário de Defesa do Baixo Vouga Lagunar”, por 6,9 milhões de euros (+IVA), foi entregue à empresa Etermar – Engenharia e Construção, SA, Lda. O Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro adjudicou a obra para o sistema gerir "o Rio Novo do Príncipe, em Cacia, e todo o Baixo Vouga Lagunar".

As vantagens são a "regularização do leito do Rio Vouga, garantia de manutenção de uma toalha de água doce nesta zona baixa do Rio Vouga em época de baixa pluviosidade com coincidência de marés cheias, a qualificação das margens do Rio Novo do Príncipe, a acessibilidade direta da zona de Vilarinho aos campos do Baixo Vouga (perdida com a queda da ponte de madeira em 2014), entre outras ".


Controlo de Cheias nos rios Vouga e Antuã O Conselho Intermunicipal aprovou a abertura de dois concursos para o controlo de cheias nos rios Vouga e Antuã, para proteger os terrenos agrícolas, e aprovou o contrato da empreitada de “Reperfilamento de Leito e Margens do Rio Antuã” com a empresa ABORRIDAS, Terraplanagens, Lda.”, por 233.764 euros.

O projeto visa o reperfilamento do leito e margens, recuperando os ”perfis longitudinal das margens e aumento da cota de coroamento, com enrocamento em pedra e estacaria de madeira pontual, de modo a proteger os terrenos agrícolas confinantes e infraestruturas, contribuindo ao mesmo tempo, para a melhoria das condições de segurança de pessoas e bens”.

Foi ainda decidido lançar a empreitada de “Reperfilamento, limpeza e proteção marginal do Rio Vouga” com um valor base de 747.740 euros com prazo de execução de 5 meses, a decorrer nos Municípios de Albergaria-aVelha e Aveiro.

Esta obra visa a ”limpeza do leito, talude, e mota marginal, reperfilamento pontual do leito, reconstrução pontual das margens (rombos), que consiste no revestimento do talude com enrocamento em pedra, reperfilamento pontual, da cota de coroamento das motas marginais, reparação pontual dos caminhos marginais existentes, limpeza e regularização da área de terreno agrícola confinante à intervenção e limpeza e reperfilamento de valas periféricas de escoamento”.

A obra é necessária para reparar os rombos que arrastaram as terras agrícolas, durante os “temporais verificados nos últimos invernos“.

Foi ainda decidido abrir o concurso para “Reconstrução do Pontão de Porto de Vacas ”, com um valor base de 125.984,08 euros e com um prazo de execução de 150 dias, para a requalificação deste troço do Rio Antuã.

Todas estas intervenções são realizadas no âmbito do Acordo de Parceria, assinado entre a CIRA e a APA - Agência Portuguesa do Ambiente, I.P., para a Realização de Obras de Conservação e Reabilitação da Rede Hidrográfica e Estuário da Ria de Aveiro.

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind