Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017  Fora de Casa   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
Voltaram as músicas do mundo a Aveiro
2017/11/23

Na primeira noite do Festival Sons em Trânsito - VIII Festival de Músicas do Mundo de Aveiro, no Teatro Aveirense, esta quarta-feira, o palco foi para Egschiglen, da Mongólia e The Touré-Raichel Collective, do Mali e Israel, abrindo os quatros dias de música e começando a levar a Aveiro o mundo.

Não só o mundo musical mas arrastando as tradições e culturas à cidade continuando esta quinta-feira à noite com Roberto Fonseca (Cuba) e Vinicio Capossela (Itália).

O festival recebeu a Mongólia no primeiro dia de concertos, tão caraterística. Os concertos começaram depois do primeiro dia, esta segunda-feira com a tertúlia com Luaty Beirão e Pedro Abrunhosa. Além da música em palco, há ainda os contadores de histórias, no fim de semana, e a banca de vendas do mundo.

Começar a assistir aos concertos é sair para fora, pelo menos, do ambiente a que regressamos depois do concerto. Será assim nos próximos dias até sábado à noite. Estes concertos tem muitas coisas boas como a relação com o publico que é fácil e quase automática.

Com Egschiglen dizer que a voz é um instrumento é uma expressão que aqui tem um sentido real. Só com as cordas e percussão é quase uma cena tribal ao vivo. Com duas cordas, ouvem-se cavalos em corrida, sempre a galope. De fato, os cavalos da Mongólia estão muito presentes. Até o instrumento são com cordas de crina de cavalo. Ouvem-se os animais em corrida e uma envolvência musical. And, the next song is about... horses!, diziam.

O segundo grupo da noite The Touré-Raichel Collective, mostraram música do Mali e Israel e apresentaram-se assim mais guias de dois países.

Aqui foi a guitarra e o piano que fizeram, de fato, a ponte entre os dois países, como foi anunciado. Temas intermináveis e de enorme qualidade. A dupla Vieux Farka Touré, do Mali, guitarrista, e o pianista israelita Idan Raichel, fizeram mesmo essa ponte.

Chegado ao fim do primeiro dia, o bom de tudo isto é que ainda há mais três dias de festival.

23 de Novembro - Roberto Fonseca (Cuba) e Vinicio Capossela (Itália)

21h30 - "Roberto Fonseca, brilhante pianista cubano que chamou a atenção do mundo quando participou apenas com 15 anos no Festival Internacional de Jazz de Havana. Fez digressões mundiais com a Orquestra Buena Vista Social Club™ ou, mais tarde, com Omara Portuondo. Chega a Portugal com um disco novo, ABUC".

23h00 - "Vinicio Capossela, cantautor, poeta e até ilusionosta este showman é perito em trazer à luz do dia a tradição esquecida do seu país, as suas lendas, contos e mitos ancestrais. Por muitos considerado o Tom Waits de Itália, chega a Aveiro com 25 anos de carreira e um álbum novo, “Canzoni della Cupa” ".

PROGRAMA
24 de Novembro - Jorge Drexler (Uruguai) e Júlio Resende (Portugal)

21h30 - "Júlio Resende, um dos mais prestigiados e internacionais pianistas portugueses, interpreta o seu disco - Amália por Júlio Resende –, um disco singular no qual revisita, ao piano, algumas canções do repertório de Amália Rodrigues".

23h00 - "Jorge Drexler, cantor e compositor uruguaio, autor do tema “Al Otro Lado Del Río”, a primeira canção em espanhol a vencer o Oscar de melhor canção original no filme “Diários de Che Guevara”, de Walter Salles".

25 de Novembro - Mulatu Astatke (Etiópia) e Liniker & Os Caramelows (Brasil)

21h30 - "Liniker & Os Caramelows, embaixadores do funzy – termo criado pela banda para definir a sua música, mistura da R&B e Soul americanas com as raízes da música brasileira e africana. Depois de este ano se terem estreado fora de portas no South by Southwest (SXSW), em Austin, no Texas, Estados Unidos, chegam agora à Europa"

23h00 - "Mulatu Astatke, conhecido como o pai do Ethio-Jazz compõe e toca vários instrumentos, do piano à percussão, e mistura no seu estilo único pop e jazz moderno com música tradicional da Etiópia".

Enviar por email  Imprimir
ROBOTS
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind