Terça-feira, 13 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
2016 melhor ano do Aveirense desde 2003
2017/03/04

O ano de 2016, o primeiro desde a nova gestão do Teatro Aveirense com a direção de José Pina, foi o melhor, desde 2003, quando a sala de espetáculo reabriu, segundo comunicado da Câmara Municipal que se refere ao início deste mês de março assinalando os 136 anos da sua fundação e anuncia o objectivo de ser «uma das principais salas de programação cultural do país».

O mesmo comunicado refere que em 2016 realizaram-se 161 espetáculos, 199 sessões, registara.se 40.775 espectadores e 268.823,25 euros de receita.

O resultado conseguido foi de um «novo Teatro Aveirense como um polo central na dinâmica cultural do município e da região», segundo a Câmara.

O plano de 2016 passou por «querer ser um teatro mais exigente, mais dinâmico, mais pujante, com a aposta clara em diversificar, qualificar e formar públicos, em complementaridade com os outros equipamentos culturais do Município, da Região de Aveiro e de Portugal».

Houve uma «renovada organização interna, programação pluridisciplinar e recetiva às novas tendências e aos novos valores da criação artística contemporânea nacional e internacional e estímulo ao tecido criativo nacional, local e regional». A gestão do Aveirense preocupou-se com «novos públicos, novas linguagens artísticas e consolidação dos públicos entretanto já conquistados».

São objetivos estratégicos «recentrar e afirmar a acção do Teatro Aveirense, em concreto na sua relação com o município, com a Região de Aveiro e na sua dimensão nacional», além de que as associações culturais do município «acederam mais a este palco principal da cultura aveirense».

Segundo a autarquia, foi conseguido reforçar «algumas áreas de programação, integrar e apoiar a criação artística nacional e local, participação em redes de criação, produção e programação cultural a uma escala nacional e internacional».

O comunicado destaca os espetáculos Señoritas, Rita Redshoes, Souq, O Conto de Inverno, a residência artística do projecto Climas, da Companhia Circolando, o ciclo de concertos Há Noite No Estúdio, o Festival de Cinema Italiano, o Festival Sons Em Trânsito, e o Festival dos Canais.

O novo modelo de organização caracterizou-se pelo novo diretor geral, que acumula a direção artística, uma equipa renovada, a passagem das empresas municipais TEMA e TA para a Câmara Municipal uma «nova imagem e estratégia de comunicação.

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind