Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Uma «boquita ofensiva»
2016/01/31

O ex-presidente da Câmara de Aveiro, o socialista Alberto Souto, diz que as declarações do actual líder da autarquia, o social-democrata Ribau Esteves no congresso da Associação Portuguesa das Empresas de Congressos, Animação Turística e Evento é uma «boquita ofensiva para todos os aveirenses que achem que na política não vale tudo», escreveu este domingo no Facebook.

Alberto Souto soube pelo Diário de Aveiro que Ribau Esteves disse que «os executivos anteriores negligenciaram valores identitários”, que “era proibido falar dos canais da Ria ou dos moliceiros” e que as “lógicas futebolísticas “ e a "construção de passagens desniveladas” seriam uma espécie de “símbolo dos mandatos do socialista Alberto Souto”.

Para o socialista, o líder da maioria PSD/CDS na Câmara está a «tentar reescrever a História local como alibi para inépcias próprias é um truque velho e pobre. Mas não vale a pena exagerar. São três “bocas” dolosas, de loquacidade que desqualificam quem as faz».

Numa espécie de balanço de oito anos à frente da Câmara, pergunta: «dizer-se que “era proibido falar dos canais da Ria e dos moliceiros”…O desplante não o faz corar? Saberá que quando chegámos à Câmara, os muros estavam em ruínas e a cair? Saberá que os esgotos eram despejados para os canais? Saberá que não havia navegabilidade para lá das Pontes e que a pouca possível estava condicionada pelas marés ? Que tudo recuperámos, que retirámos os esgotos e conferimos qualidade de água balnear? Saberá que construímos as comportas do Canal de S.Roque, estabilizámos o leito dos canais e acabámos com as inundações? Saberá que construímos o Lago da Fonte Nova, já um dos ex-ibris de Aveiro ? Que desenvolvemos um programa de preservação dos moliceiros?».

Alberto Souto fala sem modéstia, como o diz. «Não tenho modéstia quando falo dos canais de Aveiro… Nos últimos cem anos – e meço bem as minhas palavras – não houve nenhuma intervenção tão profunda, tão requalificadora e tão estruturante nos canais urbanos como a que levei a cabo. Com reflexos visíveis no incremento do turismo e outros…A boquita de Ribau Esteves é ofensiva para todos os aveirenses que achem que na política não vale tudo. E nem na política estou...Enfim, vir acusar-me - ou a Élio Maia- de termos negligenciado os nossos valores identitários, releva de um aveirismo com cola de cuspe, arrivista, de quem agora se arvora como paladino-mor de um bairrismo fresquote, mas que afinal insulta, com o tamanhão do dislate. Há, porém, um dos nossos valores identitários que devia aprender: não gostamos de trapaças. E esta estatela-se com a História. Olhe mais para o futuro. Mesmo com pouca obra pode ser-se melhor político».

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind