Terça-feira, 25 de Setembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Laboratório da Universidade acreditado
2013/03/29

O Laboratório Central de Análises da Universidade de Aveiro (LCA) já é um laboratório acreditado para ensaios, pelo Instituto Português da Acreditação (IPAC), segundo a norma NP EN ISO/IEC 17025, garantindo também que o sistema de gestão da qualidade satisfaz os princípios da norma ISO 9001.

Segundo comunicado, a acreditação corresponde ao «topo da hierarquia da qualidade, assegurando a todos os clientes que os trabalhos desenvolvidos cumprem os requisitos mais exigentes, a nível internacional, nos ensaios laboratoriais e na logística envolvente».

«O LCA presta serviços de análises físico-químicas no âmbito do apoio ao trabalho de investigação desenvolvido na UA (clientes internos), mas também presta serviços a entidades externas, públicas e privadas, nas áreas abrangidas pelo seu campo de ação (clientes externos) e, sempre que solicitado, tem capacidade e conhecimentos adequados para prestar serviços de consultadoria.

O Laboratório tem como principais áreas de negócio a quantificação de metais e semimetais por ICP em qualquer tipo de amostra (por exemplo, águas, solos, urina, sangue, ligas metálicas, filtros atmosféricos, materiais de síntese) e a análise de estruturas de materiais cristalinos por DRX (por exemplo, minerais).

“Os clientes internos e externos, apesar de reconhecerem que o muito conhecimento existente na UA é uma mais-valia e uma diferenciação positiva no mercado para o serviço prestado pelo LCA, há muito que exigem a acreditação do laboratório, como requisito incontornável para assegurar resultados analíticos de qualidade garantida ao nível dos requisitos de gestão e técnicos impostos internacionalmente”, reconhecem os responsáveis pela estrutura.

O LCA é acreditado em matrizes aquosas, ensaios de águas naturais (análise de Cu e Zn por ICP-OES) e águas de consumo humano (análise de Fe, Mn e Na por ICP-OES e análise de Al, Cr, Cd, Ni e Pb por ICP-MS). Após a concessão da acreditação, o processo prossegue com as fases de manutenção e acompanhamento. Para o próximo ano está já a prevista a extensão da acreditação à análise de solos, para que o procedimento de tratamento de matrizes sólidas tenha também o idêntico reconhecimento internacional de qualidade.»

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind