Sábado, 22 de Setembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
- Souto acusa Élio de mentir
2012/03/19

O ex-presidente da Câmara de Aveiro, o socialista Alberto Souto, diz que «é revoltante ouvir o Dr. Élio Maia (actual chefe do Executivo) mentir despudoradamente quando afirma que e Executivo a que presidi deixou uma dívida ao Beira-Mar de 15 milhões de Euros».

Numa carta dirigida aos Amigosd'Avenida - Movimento Cívico Por Aveiro, o ex-autarca reage duramente à reportagem da RTP, na qual são entrevistados Élio Maia e Pedro Ferreira.

Também se revolta contra o vereador das Finanças. «É revoltante ouvir o vereador Pedro Ferreira afirmar que “aquela festa” - sem especificar. Nunca, por nunca, organizámos uma “festa” por um milhão de Euros…».

Para o ex-presidente, «todos estão a perder a vergonha e o respeito porque o desespero é total. Ao fim de sete anos, depois de um empréstimo de 58 milhões de euros, as dívidas de curto prazo aumentaram e as de longo prazo lá estão…» escreve ao grupo do movimento cívico.

Quanto à dívida “escondida”, responde: «Mas, então, ao fim do primeiro ano em que apresentaram contas da sua responsabilidade, continuaram a escondê-la? É revoltante constatar que ao fim de sete anos não assumem os muitos erros cometidos. Há limites para as calúnias políticas.

Sobre a versão de Élio Maia sobre o negócio das piscinas, questiona «porque é que o Ministério Público não conclui este processo?»

Sobre os seus dois mandatos, escreve que «Aveiro foi, até 2005 capaz de aproveitar os financiamentos que a lei e o contexto permitiam, para se engrandecer como poucos foram capazes. A nossa capacidade de realizar projecto e captar financiamentos era enorme e das maiores do País. A diferença agora é que, enquanto as Câmaras de Lisboa e de Gaia souberam adaptar-se aos novos tempos e realidades financeiras e estão a diminuir consistentemente a dívida, em Aveiro, erros crassos de gestão e pura incompetência levaram o Município para a falência».
Diz ainda que assume as responsabilidades pelas decisões que tomou «na época, com os dados que tinha na época. Decidi quase sempre bem. É triste que o Dr. Élio não saiba assumir as responsabilidades pelo que não soube fazer».

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind