Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Nova estação de resíduos - ensaios em Dezembro
2011/11/14

Os ensaios da Unidade de Tratamento Mecânico Biológico (UTMB), em Eirol começam no próximo mês de Dezembro e no primeiro trimestre de 2012 a unidade começará a funcionar em pleno.

Entretanto, os acessos à UTMB são a «grande preocupação» da Câmara e da ERSUC, que «lamentam o facto de por razoes externas ainda não ter sido possível iniciar a estrada de ligação prevista para aquela Unidade».

A informação foi prestada durante uma visita à unidade, este sábado, da Comissão de Acompanhamento da Assembleia Municipal e da Câmara.

Na Estação de Triagem já se encontra instalada toda a maquinaria assim como as zonas de descarregamento do lixo que seguirá depois para o tratamento mecânico.

A unidade de Eirol «será toda automatizada, tendo sido equipada com o melhor equipamento, garantindo, desta forma, as melhores condições de trabalho e de tratamento dos resíduos». Há uma zona de triagem auto¬matizada para separação dos recicláveis provenientes da recolha selectiva, uma unidade de preparação de combustível derivado de resíduos, uma unidade de valorização energética do biogás e um aterro sanitário de apoio, para além de uma ETAR que também foi construída».

Este projecto, de responsabilidade da ERSUC, prevê para além da construção da UTMB de Eirol, uma unidade em Vil de Matos, Coimbra, representando um investimento global na ordem dos 112 milhões de euros. As duas unidades irão servir mais de 900 mil pessoas que residem nos 36 municípios do Litoral Centro.

Quando estiver em funcionamento, este novo centro prevê-se que apenas 20 por cento das 180 mil toneladas de resíduos que anualmente irão ser tratados em Eirol sejam depositados em aterro. Prevê-se ainda que a Estação de Triagem de Eirol produza quatro toneladas de material reciclado por hora, perfazendo uma média de 32 toneladas por turno de trabalho. No que toca ao composto produzido, e de acordo com os dados da ERSUC, admitindo-se que 35 a 40 por cento do lixo que chegará a Eirol é matéria orgânica, isto resultará em 30 mil toneladas de composto por ano.

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind