Domingo, 23 de Setembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
BE detecta falhas no 112
2011/11/10

A Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro diz em comunicado que o Número Nacional de Emergência, 112, «tem-se revelado inconstante, com a existência de chamadas para este número que não são sequer atendidas, não é aceitável que os cidadãos não consigam sequer entrar em contacto com o operador».

Por isso, conclui que «o Governo deve explicações urgentes sobre as insuficiências na resposta a situações de emergência médica no distrito de Aveiro». A concelhia do partido diz que «tem vários exemplos do não funcionamento do 112».

Há uma «degradação da capacidade de resposta», segundo o comunicado dos bloquistas. O 112 «tem de estar disponível em todos os momentos do dia, sem excepção, sob pena de se poderem colocar vidas humanas em risco».

Também há queixas sobre a «insuficiência de meios para responder aos pedidos de ajuda efectuados, com a ocorrência de situações em que não existem ambulâncias disponíveis para a realização do socorro. Esta situação tem ocorrido no norte do distrito de Aveiro».

Se os Governos «têm encerrado valências médicas no norte do distrito de Aveiro, indicando que as necessidades das populações seriam resolvidas com o recurso a uma rede de veículos de emergência, a realidade demonstra que o que se está a instalar é a desprotecção das populações, particularmente na resposta a casos de emergência médica».

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda dirigiu cinco perguntas ao Ministério da Saúde: «Como explica o Governo a ocorrência das situações acima descritas, que colocam em causa a resposta a situações de emergência?», «Qual a avaliação que o Governo faz dos dados operacionais do Número Nacional de Emergência, particularmente na sua acessibilidade por parte das populações?», «Que medidas irá o Governo levar a cabo para garantir que todos os pedidos de socorro realizados através do Número Nacional de Emergência tenham a garantia de ser respondidos com sucesso?», «Como explica o Governo que existam falta de meios de resposta a situações de socorro no norte do distrito de Aveiro, quando esta foi uma das principais promessas dos sucessivos governos?» e «Que medidas irá o Governo levar a cabo para avaliar das reais necessidades de meios de socorro no norte do distrito de Aveiro e adequar a rede existente a essas necessidades?».

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind