Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
14,5 milhões para centro de empresas
2011/06/23

A Câmara de Oliveira de Azeméis assinou com o Programa Operacional Regional do Norte (ON.2 – O Novo Norte) o contrato de financiamento para a construção da Área de Acolhimento Empresarial de Ul-Loureiro (AAE), um investimento de 14,5 milhões de euros.

O projecto terá uma comparticipação de 70% do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e assenta na «partilha de serviços e equipamentos avançados, numa gestão de tipo condominial e no reforço da relação com a unidade de transferência de tecnologia e promoção de novas empresas da Universidade de Aveiro, capaz de valorizar a eficiência da actividade económica gerada no concelho».

«A autarquia está a concretizar um sonho muito antigo que é a criação de uma zona de acolhimento empresarial de qualidade que fixe as empresas no município e atraia novas unidades», afirmou o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro.

«Hoje somos competitivos e os empresários oliveirenses são dos melhores do mundo em vários sectores de actividade mas temos de criar condições para fixar as empresas e atrair outras ligadas às áreas da investigação e do desenvolvimento mas isso só se consegue criando áreas de acolhimento empresarial de excelência», disse o autarca.

A AAE de Ul-Loureiro irá proporcionar a oferta de solo industrial qualificado para empresas de média e grande dimensão, assim como de start-ups tecnológicas, num total de 27 lotes em 40 hectares.

«Ao criarmos melhores condições para os empresários, gerarmos mais emprego e mais riqueza e tornar o tecido industrial mais competitivo estamos a pensar o futuro», defendeu Hermínio Loureiro, anunciando existir já «empresas interessadas em se instalar na área de acolhimento empresarial».

O autarca lembrou a «integração ambiental e paisagística da AAE e a sua posição geográfica estratégica que potenciará as exportações para todo o mundo, incluindo o norte de Espanha e a zona de Salamanca».

O financiamento da AAE de Ul- Loureiro foi o primeiro, das oito candidaturas aprovadas pelo ON.2 em Abril, a ser contratualizado deixando satisfeito o autarca de Oliveira de Azeméis.

O dirigente recordou que «a região norte é a mais exportadora de Portugal» e que as «novas áreas de acolhimento empresarial vão ser o motor de novas indústrias competitivas».

O projecto de Oliveira de Azeméis integra-se num conjunto de outras sete AAE da Região do Norte aprovadas pelo ON.2 que irão promover uma oferta de solo industrial a preços controlados e oferecer às entidades aí instaladas uma nova lógica de gestão empresarial, em rede e segundo critérios de eficiência e sustentabilidade.

Segundo a Comissão de Coordenação do Desenvolvimento Regional Norte «esta nova lógica dotará o tecido empresarial de uma maior ligação às universidades e outras instituições de ensino da região, favorecendo a transferência da inovação e tecnologia do sistema científico e tecnológico para as empresas e para a sociedade envolvente».

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind