Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Novo bloco, obras no porto e Projecta 2011
2011/03/12

A Ministra da saúde inaugurou esta sexta-feira um novo bloco operatório no Hospital de Aveiro representando um investimento de 3,4 milhões de euros.

Ficou agendada para o próximo mês de Abril a inauguração do novo serviço de Imagiologia.

Também esta sexta-feira, o Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça participou numa reunião com empresários do sector e lançou o concurso público internacional para a ampliação do Molhe Norte do Porto de Aveiro e aprofundamento da barra.

O Porto vai investir 35 milhões de euros nestas obras, financiado através de fundos comunitários, do orçamento do Porto de Aveiro e de verbas do Estado, sendo para o Ministro «um projecto que beneficia a economia nacional e regional directamente». Segundo José Luís Cacho, presidente da Administração do Porto, é «um projecto fundamental para a viabilização de todos os investimentos já realizados»

Reconfiguração da Barra do Porto de Aveiro para melhorar as condições de navegação na zona da barra. Esta nova configuração da barra deverá, assim, permitir o tráfego, em condições de segurança e, tanto quanto possível, sem limitações de maré ou meteorológicas, de navios de maior dimensão do que os actuais, ou seja, deverá permitir o tráfego de navios com um comprimento até 200 m e um calado de 10,5 m.

Segundo comunicado da administração portuária, «a solução definida a nível de Estudo Prévio e posteriormente desenvolvida no subsequente Projecto de Execução de base desta empreitada, inclui o prolongamento do molhe numa extensão de 200 m, segundo o alinhamento do troço final da obra existente e a definição de um novo canal de navegação, com uma ligeira rotação para sul relativamente ao actual alinhamento, com uma largura de rasto de 200m e uma cota de serviço de -12,50 m (ZH).

Envolve ainda
- a dragagem de um canal com as mesmas características do anterior na zona de aproximação, exteriormente aos molhes. Este canal, com um alinhamento de 060º/240º, será acrescido de faixas de segurança de 50 m para cada um dos lados, devendo ser dragado à cota -13,20 m (ZH) para garantir uma cota de serviço de -12,50 m (ZH);

- Assinalamento marítimo para o novo enfiamento de entradas e saídas de navios;

- Trabalhos complementares no corpo do molhe central e reconfigurações em retenções marginais ao longo do canal principal de navegação.

- Deposição dos dragados em zonas de praia submersa compreendidas entre o Molhe Sul e o 1.º esporão e, ainda, entre os 3º e 5º esporões da Costa Nova.

Projecta 2011
A Ministra da Cultura Gabriela Canavilhas lançou esta sexta-feira em Aveiro um concurso de ideias «PROJECTA 2011», uma iniciativa do Ministério da Cultura, da Direcção Geral das Artes e do Instituto Português da Juventude para «incentivar, divulgar e homenagear a criação nacional emergente através de um conjunto de iniciativas inter-relacionadas a nível cultural, artístico, social, político, económico e tecnológico».

O concurso é dirigido a jovens arquitectos e designers e visa a criação de «um objecto, quiosque ou peça escultórica para figurar em hospitais das cinco regiões de Portugal (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve). O objectivo é estimular a criação artística para contextos diferenciados e recolocar questões relacionadas com a cidadania e a promoção da qualidade de vida, em contextos sociais e comunitários que, geralmente, não são intervencionados pela criatividade e pela arte».

A exposição itinerante, que conta com a curadoria dos profissionais do Young Creators Network – Plataforma de Promoção e Gestão Cultural e Artística, terá conteúdos adaptados aos diferentes locais onde se vai realizar, produzidos por criadores nacionais seleccionados a partir da plataforma www.youngcreators.net.

A exposição percorrerá diferentes regiões do país, terá como público-alvo preferencial os jovens, e apresentará trabalhos e conteúdos desenvolvidos por jovens criadores (18 aos 35 anos), nomeadamente empreendedores, investigadores, criativos, estudantes e profissionais das diversas áreas artísticas tuteladas pela DGArtes (arquitectura, artes digitais, artes visuais, cruzamentos disciplinares, dança, design, fotografia, música e teatro).

Pretende-se conseguir uma mostra representativa da criatividade nacional emergente com recurso a suportes virtuais/imagéticos (imagem, vídeo, projecção) e centrada na inovação e no trabalho artístico jovem.

Enviar por email  Imprimir
Andamos a brincar
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind