Terça-feira, 20 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Trabalhadores desmentem administração
2011/02/13

UM grupo de ex-trabalhadores da Beliape-Avicultura e Pecuária, de Oliveira de Azeméis, desmente a versão da administração que nega a presença de seguranças e o lançamento de petardos durante os dias de protesto contra a salários em atraso e o desmantelamento da empresa.

«No dia 31 de Janeiro, por volta das 12 horas, foi arremessado 1 petardo explosivo contra os trabalhadores que se manifestavam no exterior das instalações (…) Este acto agressivo foi repetido, no mesmo dia, por volta das 16h», segundo comunicado dos ex-trabalhadores», dizem em comunicado.

Segundo o texto, a «utilização de “seguranças” ou “capangas” que a empresa sistematicamente nega, pode ser comprovada pelas fotografias» (que anexam ao comunicado). Dizem haver um «clima de intimidação que a Administração criou junto dos trabalhadores (…) já chegou à própria advogada representante de cerca de 40 trabalhadores, que viu o seu escritório barbaramente vandalizado».

Quanto ao desmantelamento da empresa «cerca de 80 % das viaturas de mercadorias foram vendidas à empresa ManaiaCar, localizada em Vergada, Lourosa, verificando-se ainda, a saída de dois contentores com jaulas de transporte de frangos vivos (foto 8) e camiões carregados com máquinas».

Segundo o comunicado, «todos os trabalhadores encontram-se com três meses de salários em atraso, mais o subsídio de Natal» e a alguns trabalhadores «é ainda devido o subsídio de férias». Entretanto, a empresa enviou a declaração de IRS aos trabalhadores, «declarando todos os vencimentos até final de 2010» considerando tratar-se de «mais uma situação irregular, dado que só foram efectuados pagamentos até 30 de Setembro de 2010».

Lamentam ainda que não tenham conseguido «haver qualquer reunião entre estes ex-trabalhadores e a administração da Beliape».
Segundo os ex-trabalhadores, em 2008, o volume de negócios situava-se nos 22 milhões de euros.

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind