Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
SEF deteve 12 homens e identifica 30 prostitutas
2011/02/09

Na operação Roadbook, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) em Aveiro e Faro, foram detidos e constituídos arguidos 12 homens que se encontram no Tribunal de Albufeira a fim de serem submetidos a interrogatório judicial e sujeitos a aplicação de medidas de coacção, durante a investição de exploração de prostitutas.

Foram ainda constituídos como arguidos no processo outros 3 suspeitos que não foram detidos.

Durante a operação foram identificadas em situação de exploração cerca de 30 mulheres, «presumíveis vítimas do crime de tráfico de pessoas, tendo sido efectuadas 8 buscas domiciliárias e 11 buscas em viaturas, algumas das quais vieram a ser apreendidas juntamente com uma arma de fogo, dinheiro em numerário e diverso equipamento de telecomunicações».

Na operação estiveram envolvidos 70 operacionais do SEF, distribuídos entre Aveiro e Faro, que contaram com a colaboração no terreno de 7 binómios da GNR, em ambas localidades, e ainda 31 militares do Pelotão de Intervenção em Aveiro.

Segundo o SEF,«trata-se de uma «operação de grande envergadura no âmbito de uma investigação sedeada no Algarve sobre tráfico de seres humanos direccionado para a exploração sexual de rua de jovens do género feminino».

A rede usa «dezenas de jovens mulheres, algumas menores de idade, que exploravam mediante aplicação de forma muito violenta de coacção física e psicológica, incluindo a administração forçada de material estupefaciente».

O SEF acrescenta que as «vítimas eram constantemente transferidas dos locais onde se prostituíam, quer em território nacional, quer para outros Estados-membros da UE, sendo negociadas e regularmente vendidas entre os chefes de diferentes redes de tráfico de seres humanos que se encontram a operar com este esquema no espaço da UE, dificultando deste modo qualquer tipo de actividade das autoridades judiciais e policiais e, em última análise, a própria investigação criminal. Para além de Portugal, esta rede e outras actuam igualmente em Espanha, Itália, Reino Unido e Alemanha, cujas autoridades cooperam e trocam informação com o SEF, com intervenção da EUROPOL.

A operação foi iniciada na madrugada de segunda-feira, 7 de Fevereiro e foi o «culminar de uma investigação do SEF sob coordenação do DIAP de Évora, e teve como objectivo a execução de diversos mandados judiciais, de detenção de suspeitos e de busca visando a apreensão de objectos e documentos para produção de prova».
A rede de tráfico de seres humanos investigada pelo SEF era constituída por indivíduos de ambos os géneros originários do mesmo Estado-membro da União Europeia, dos quais

A investigação do SEF vai prosseguir sob coordenação do DIAP de Évora e abrange os crimes de tráfico de pessoas – no caso concreto visando a exploração sexual –, lenocínio, furto qualificado, roubo, falsificação de documentos e extorsão.

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind