Terça-feira, 20 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Cavaco ajuda na luta dos colégios
2011/01/17

O candidato a Presidente da República, Cavaco Silva criticou esta segunda-feira o Governo por ter demonstrado “pressa” na publicação da portaria que determinou o corte no financiamento dos colégios com contrato de associação com o Estado e disse que a assinatura marcada para esta quarta-feira acontece num tempo que não é “adequado para assinar contratos”.

Cavaco Silva fazia uma alusão ao período de campanha eleitoral numa altura em que não há «possibilidade de exercer qualquer magistratura de influência», disse.

A comitiva automóvel de campanha parou na rotunda junto ao Parque de Exposições de Aveiro e Cavaco Silva saiu do carro para se encontrar com a representante dos colégios.

A seguir participou num jantar comício, com Paulo Portas, presidente do PP e deputado de Aveiro, com cerca de 3 mil pessoas, centenas de manifestantes que protestavam contra o Governo e provocaram um encontro com o candidato para fazer um «pedido de ajuda» para Cavaco Silva intervir no sentido de evitar os cortes financeiros nas escolas na ordem dos 30 por cento.

Cavaco Silva disse que tem «acompanhado» o caso dos colégios mas avisou que «a parte orçamental é mais difícil».

Quanto à assinatura de adendas ao contratos voltou a criticar o Governo. «Não é o tempo adequado para assinar contratos», referindo-se ao período de campanha eleitoral e nesta altura não há «possibilidade de exercer qualquer magistratura de influência».
De qualquer forma, Cavaco Silva disse que os colégios «não podem fechar».

No discurso do jantar-comício, Cavaco Silva apelou à «união» dos portugueses e Paulo Portas lembrou que nesta corrida é Cavaco Silva contra cinco.

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind