Sábado, 17 de Novembro de 2018  Aveiro   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Equipa de robots da UA terceira melhor do mundo
2010/06/28

A equipa de futebol robótico CAMBADA (Cooperative Autonomous Mobile roBots with Advanced Distributed Architecture) da Universidade de Aveiro conquistou o 3º lugar na liga de futebol robótico dos robôs médios, no Campeonato Mundial RoboCup 2010, em Singapura.

É a terceira vez consecutiva que fica entre as três melhores do mundo pelo terceiro ano.

A equipa CAMBADA conseguiu, ainda, o 3º lugar na edição de 2009 do RoboCup mundial, que decorreu na Áustria, tendo sido campeã mundial em 2008, e venceu as edições de 2010, 2009, 2008 e 2007 do Festival Nacional de Robótica.

Os resultados completos da competição podem ser consultados aqui e aqui

Conseguiu o 2º lugar na última edição do RoboCup GermanOpen que se realizou em Magdeburg, Alemanha, em Abril de 2010. Para além destes excelentes resultados, a equipa venceu a edição de 2010 do Festival Nacional de Robótica que decorreu em Leiria no passado mês de Março deste ano. Nas ligas de simulação 2D e 3D, as equipas FCPortugal (http://www.ieeta.pt/robocup/) da Universidade de Aveiro, em colaboração com a Universidade do Porto, conseguiram o terceiro lugar em ambas as ligas também no GermanOpen 2010.

Em Singapura participaram 10 equipas no torneio deste ano, da Holanda, Japão, Alemanha, China, Irão e Portugal. A equipa de Aveiro disputou 11 jogos, venceu 7 e marcou 28 golos.

A nova campeã do mundo é, agora, a equipa Water, da China, à qual se segue a Tech United Eindhoven, da Holanda, a CAMBADA, de Portugal e a MRL, do Irão.

INFO uA Criada em 2003 a equipa CAMBADA é constituída por docentes estudantes e investigadores ligados ao DETI - Departamento de Electrónica, Telecomunicações e Informática da Universidade de Aveiro e à Actividade Transversal em Robótica Inteligente do Instituto de Engenharia Electrónica e Telemática de Aveiro (IEETA).

As competições robóticas pretendem promover a investigação na área emergente da robótica bem como a divulgação da robótica e da ciência e tecnologia em geral. A nível internacional, a principal referência é o RoboCup, campeonato mundial de robótica realizado anualmente desde 1997, cuja ênfase é ter robôs a funcionar em equipa, inclui várias modalidades de competição, nomeadamente futebol robótico, busca e salvamento em situações de catástrofe e robótica doméstica.

Na modalidade de robôs futebolistas médios do RoboCup (MSL) os jogos disputam-se num campo de 18m x 12m, sendo as equipas constituídas por um máximo de 5 robôs móveis com uma altura limite de 80cm e um peso que não pode ultrapassar os 40Kg.

Os robôs são completamente autónomos, isto é, não pode haver qualquer intervenção humana nas decisões que o robô toma durante os jogos. Consequentemente, todas as decisões são baseadas nas informações recolhidas pelo sistema sensorial do robô, que são processadas pelo seu software de controlo de acordo com uma estratégia pré-definida, e na partilha de informação entre os robôs e uma aplicação informática, igualmente autónoma, que desempenha o papel de treinador.

Esta modalidade é uma das que desperta maior atenção devido à sua elevada multidisciplinaridade. Na verdade, o desenvolvimento de uma equipa de robôs com estas dimensões coloca numerosos desafios de natureza técnica e científica ao nível da mecânica e da electrónica. Por seu lado, a autonomia e a cooperação colocam desafios ao nível do processamento de sinal, controlo e inteligência artificial.

A equipa é financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e pela própria Universidade de Aveiro, a equipa de futebol robótico da liga dos robôs médios CAMBADA (http://www.ieeta.pt/atri/cambada/).

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind