Terça-feira, 18 de Setembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Porto de Aveiro na Rota das Ferrovias Ibéricas
2009/05/08

No III Encontro Luso-Espanhol de Logística que decorre em Aveiro, com o Porto de Aveiro, como anfitrião, estão em debate os novos desafios que se colocam à estrutura portuária com a próxima entrada na rota das ligações ferroviárias ibéricas, contando com a construção da ligação ferroviária à linha do Norte e o potencial das plataformas logísticas portuárias de Aveiro e Cacia, cuja concretização está prevista para este ano.

É ainda um dado importante a ligação rodoviária rápida e descongestionada da A25/E80 que torna a estrutura portuária mais próxima de Castela e Leão.

O Porto de Aveiro integra o grupo dos transportes e da logística que faz o diagnóstico dos sistemas de ligação à Europa para apontar medidas a que possam levar à melhoria do seu desempenho o que passará pela conversão num eixo intermodal que beneficiará da interligação dos centros logísticos, dos transportes marítimos de curta distância e da ferrovia em alta velocidade Aveiro-Salamanca-Valladolid.

O presidente do Conselho de Administração da Administração do Porto de Aveiro, José Luís Cacho, apresentou a estrutura portuária como um «parceiro de peso do Projecto MIT – Mobilidade, Inovação e Território, projecto de cooperação liderado pela CCDR-C e pela Junta de Castela e Leão, através do qual se pretende promover o desenvolvimento integrado das respectivas regiões em vários domínios, mormente na área dos transportes e logística, no ambiente e desenvolvimento sustentável, na inovação e desenvolvimento tecnológico e no da indústria, comércio e serviços. Para a realização do projecto foram criados grupos de reflexão, constituídos por entidades representativas das duas regiões, para cada um das referidas áreas».

O III Encontro Luso-Espanhol que termina hoje em Aveiro com a presença da Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino conta com 220 participantes, dos quais 60 por cento são espanhóis.

Matos Fernandes, presidente do Porto de Leixões salientou as boas oportunidades para os portos mais importantes do Centro e Norte do País de desviarem para si cargas da E80 dando-lhe valor acrescentado com sistemas de logística existentes ou criar. São serviços comuns ou diferenciados que faz sentido ter no projecto, disse.

Para Matos Fernandes será a ferrovia quem alargará o hinterland do Porto de Leixões, estando projectado um novo terminal ferromarítimo.

Valorizou ainda a construção dos dois pólos da plataforma logística, que deverão entrar em funcionamento em 2011. Há cada vez menos tráfego cativo esbatendo-se o conceito de porto natural.

Enviar por email  Imprimir
ÒuvidÓ na TV
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind