Terça-feira, 20 de Novembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Expansão empresarial em fase de arranque
2009/04/22

O projecto de expansão da CUF Dow e Air Liquide encontra-se m fase de arranque, pouco mais de dois anos depois da execução do projecto de ampliação das três unidades, envolvendo um investimento global de 250 milhões de euros, resultando na duplicação da capacidade de produção do pólo químico de Estarreja, o maior de sempre no concelho.

As três empresas renovaram os contratos de fornecimento, prolongaram por um período de mais 15 anos e acordado duplicar as quantidades de produtos a trocar.

Estes projectos, desenvolvidos de uma forma integrada entre as estratégias empresariais de cada uma dessas três empresas, evoluíram das fases de concepção e projecto para a construção, preparando-se agora o momento do arranque fabril.

A CUF reforça a produção de anilina, – um importante químico para a indústria de Poliuretanos e de borracha – de 100 para 200 mil toneladas por ano, das quais cerca de 70% serão absorvidas pela DOW, a principal cliente da fábrica da CUF em Estarreja. Ao Grupo José de Mello coube a maior parte do investimento, 125 milhões de euros, afirmando-se assim a CUF como uma das cinco primeiras empresas químicas a operar na Península Ibérica e um dos maiores grupos químicos da Europa, com tecnologia própria.

A DOW, uma das empresas líderes mundiais do sector químico, ampliou a fábrica de PMDI (produção de isocianatos políméricos de base MDI), introduzindo, também, melhorias ao nível de segurança processual e o enclausuramento das unidades contendo fosgênio, reduzindo a possibilidade de emissão deste químico para o ambiente a zero.

A fábrica de Styrofoam, que produz painéis de espuma de poliestireno extrudido, foi também alvo de uma expansão marginal da linha existente e instalação de uma segunda linha de produção. A multinacional americana investiu um total de 65 milhões de euros neste projecto de expansão do PMDI e do Styrofoam.

A AIR LIQUIDE, líder mundial dos gases industriais e medicinais, avançou para a ampliação do seu Centro de Produção de Estarreja, aumentando a produção de hidrogénio e monóxido de carbono, necessários para dar resposta às necessidades específicas da DOW, na produção de MDI, e da CUF, na de anilina, num investimento de 60 milhões de euros da empresa francesa.

O Pólo Químico/Industrial de Estarreja está incluído no Pólo de Competitividade e Tecnologia das Indústrias de Petroquímica e Química Industrial.

Num investimento avultado – o maior alguma vez feito em Estarreja – o Pólo Químico evolui, desta maneira, numa estratégia de desenvolvimento que abrange não só a vertente da capacidade produtiva, mas também a melhoria tecnológica das condições operatórias e de segurança industrial e ambiental.

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind