Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Investimento de 83 milhões em Aveiro
2007/01/04

O Conselho de Ministros aprova hoje 11 projectos de investimento, avaliados em cerca de 169 milhões de euros, quatro dos quais no distrito de Aveiro, noticia a Lusa.

Três dos projectos são para desenvolver em Santa Maria da Feira e um em Vale de Cambra.

Na Feira, os projectos, de 37 milhões de euros, são na área da cortiça, envolvendo as empresas Amorim Irmãos, Corticeira Amorim e a Pieda decork. Segundo o plano, serão gerados 86 empregos directos e mantidos 1.683.

A Ferpinta, de Vale de Cambra, tem um projecto de 46 milhões de euros para modernizar as estruturas de produção para o fabrico de tubos de aço possibilitando a manutenção de 279 empregos e criação de 30.

No total dos 11 projectos, prevê-se a manutenção de 4.995 postos de trabalho e a criação de 362 empregos directos

«Segundo fonte do Governo, com a aprovação deste pacote de projectos de "modernização industrial" a Agência Portuguesa de Investimentos (API) "ultrapassou agora os quatro mil milhões de euros em termos de captação de investimentos".

Na reunião do Conselho de Ministros, o Governo dará a sua aprovação def initiva a empreendimentos em concelhos como Barcelos, Maia (dois), Santa Maria d a Feira (três), Matosinhos, Vale de Cambra, Mangualde, Arcos de Valdevez e Lousã.

De acordo com fonte do Executivo, os projectos de modernização industrial e, em outros casos, de criação de novas empresas, vão abranger os sectores da produção de embalagens, tintas, cortiça, transformadores, tubos de aço, automóvel, componentes para automóvel e eléctrico.

Em Barcelos, a FIBOPE vai investir oito milhões de euros, com a manuten ção de 49 postos de trabalho e a criação de 18 empregos directos, num projecto de ampliação das suas produções de películas para embalagens flexíveis.

Na Maia, a CIN investe oito milhões de euros para modernizar a sua unid ade industrial, tendo como objectivo "manter-se como líder do mercado ibérico das tintas e vernizes".
O projecto da CIN vai manter 732 postos de trabalho e criar mais dez novos empregos directos.

Também na Maia, a Portcast investe oito milhões de euros na sua unidade de peças para automóveis, o que possibilitará a manutenção 412 postos de trabalho e a criação de mais 23.

No Concelho de Matosinhos, a Efacec vai investir três milhões de euros num projecto para aumentar a capacidade de produção instalada de transformadores de potência de tecnologia Shell, possibilitando a captação de mais dez empregos.

O Governo aprova ainda o projecto da PAS (Peugeot/Citroen) de nove milh ões de euros para a melhoria e ampliação da produção de automóveis na fábrica de Mangualde - investimento que preservará 1.226 postos de trabalho e criará mais 80 empregos directos.

Em Arcos de Valdevez, a Polipropigal vai investir 38 milhões de euros n a produção de embalagens, esperando-se a criação de 85 empregos.
Na Lousã (Distrito de Coimbra), a EFAPEL avança com um projecto avaliado em sete milhões de euros, que se destina à produção de granulados e rolhas de cortiça através de tecnologia considerada inovadora.

De acordo com as estimativas do executivo, este projecto permitirá manter na Lousã os actuais 208 empregos da estrutura produtiva e criar mais 20 empregos». (LUSA)

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind