Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018  Negócios   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
 Notícias Anteriores:  últimos 7 dias  |  últimos 30 dias  |  anteriores
Quase 1.200 empresas na hora criadas no distrito
2006/11/13

No quadro do programa Empresa na Hora, foram constituídas até Setembro 1.190 empresas no distrito de Aveiro, número apenas inferior ao registado em Lisboa e Porto, noticia o Diário de Aveiro.

«Até essa data, apenas havia, no distrito, balcões no concelho de Aveiro (no Centro de Formalidade das Empresas, que funciona na Associação Industrial do Distrito de Aveiro, e na Conservatória do Registo Comercial); agora também já existe esse serviço na Conservatória do Registo Comercial de São João da Madeira. O tempo médio de atendimento era, em Setembro, de 49 minutos no Centro de Formalidade das Empresas e de 1.15 horas na Conservatória.

O funcionamento do projecto Empresas na Hora é, porém, criticado pelo presidente da Associação Nacional das Pequenas e Médias Empresas (ANPME). Fernando Morais afirmou no Porto que o programa não é mais do que «pagar impostos na hora».

«Tenham o máximo cuidado. Não vão à 'Empresa na Hora' sem um acompanhamento jurídico. A única coisa que significa a 'Empresa na Hora' é pagar impostos na hora», frisou num debate sobre «Empreendedorismo Imigrante».

O presidente da ANPME salientou que, antes de se criar uma empresa, são necessários registos, licenças, alvarás e muitos outros procedimentos jurídicos e burocráticos, além do conveniente estudo de mercado.

«Em Portugal, não é fácil ser empresário», afirmou Fernando Morais, apelando aos imigrantes interessados em iniciar um negócio que peçam primeiro aconselhamento e apoio às associações empresariais.
O projecto Empresa na Hora começou a ser implementado em Julho de 2005.» (Diário de Aveiro)

Enviar por email  Imprimir
Vasco
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind