Domingo, 19 de Novembro de 2017  Home   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
Mais forte que os críticos
2005-8-3

Queixam-se de Mário Soares avançar para novo mandato na presidência da República e estes que o querem ver fora de corrida alegam que está ultrapassado. Mas o que é certo é que consegue estar em cima. Ou seja, não conseguem afastá-lo nem surge outro mais forte da área. É praticamente como se queixarem de um vencedor que repete vitórias em maratonas ou em corridas de 100 metros.

Os grandes precisam de desafios como os machos de combates para se manterem no topo. E Soares parece ter um desejo enorme de participar, influenciar o país e o encontro com Cavaco pode não ter nada a ver com os interesses do país, mas é um bom desafio. Pessoal, de demonstração de força. O que o país ganha pode nem ter nada a ver e o país pode aceitar ou não isto. Se consegue ser candidato é porque o deixam.

Se consegue estar vivo é porque não foi vencido, sobressai entre os presidenciáveis Estar contra a candidatura de Soares, dizer que o país afunda mais se ele for presidente é apenas lamentar uma crise mais grave antes do tempo. Os que estão contra a candidatura de Soares depois dirão: Viram eu não disse? De Soares, há a contar com a família atrás e de Cavaco lembro-me de ser 1º Ministro nos anos em que Governo desperdiçou muito dinheiro de fundos comunitários. As acções de formação frequentadas por quem apenas queria o dinheiro era só uma das partes mais visíveis do desperdício.

Soares contra Cavaco é um combate de morte. Quem vencer colocará o outro fora de cena mas aqui Soares tem mais a perder do que Cavaco e neste caso, será a idade de cada um que está a contar.

João Peixinho

Enviar por email  Imprimir
ROBOTS
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind