Sábado, 18 de Novembro de 2017  Home   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
.
2017-1-29

Houve espumante na Câmara

Abriu-se uma garrafa de espumante  na Câmara de Aveiro na passada sexta-feira, ou duas. Ou não. Mas houve festa pelo visto do Tribunal de Contas mais esperado de sempre. O Plano de Ajustamento Municipal foi visado e isso quer dizer muita coisa.
Ter 85,5 milhões de euros para pagar a mil credores é deixar satisfeitos muito mais apesar de ser através de um empréstimo e se transforme numa nova dívida, embora bancária e a pagar em 20 anos.

Conseguir o dinheiro para pagar as dívidas, o que ninguém tinha conseguido nos últimos 12 anos, satisfazer todos os credores, é multiplicar por muitos os satisfeitos, de associações, outras instituições, empresas e isso pode traduzir-se em votos. Pelo menos, é esperado.

O presidente da Câmara que duas semanas antes admitia estar com uma «dose elevada de ansiedade» e a viver uma «situação delicada», passou a um estado de, no mínimo, alívio. Mas não foi só alívio. Ribau voltou a nascer e colocando o assunto tipo «ou o PAM ou nada», venceu a aposta, talvez a mais valiosa para servir como o mais forte argumento na próxima campanha eleitoral na corrida para o segundo mandato.

Quanto ao PS de Aveiro, no dia em que o visto do Tribunal de Contas foi conhecido, a sede do partido poderia assemelhar-se ao ambiente da casa de um benfiquista depois de uma derrota no Estádio da Luz.

Enviar por email  Imprimir
ROBOTS
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind